<$BlogRSDUrl$>

Friday, March 26, 2004

Manfred von Richtofen - O Barão Vermelho 

Richtofen nasceu a 2 de Maio de 1892 perto de Breslau (actual Wroclaw, na Polonia). Filho de uma familia de aristocratas, Richtofen participou na Primeira Grande Guerra, no início como oficial de cavalaria depois na aviação como piloto de bombardeiros.

O seu entusiasmo e agressividade fizeram com que fosse convidado a integrar a primeira esquadrilha de caça alemã, comandada pelo Capitão Oswald Boelcke, o maior ás alemão da altura com 19 vitórias em Setembro de 1916.

Richtofen tornou-se o aluno mais dotado de Boelcke e, com a morte deste a 28 de Outubro de 1916, Richtofen tornou-se o piloto alemão com mais vitórias.Em Janeiro de 1917 tomou o comando da Esquadrilha (Jasta) 11, até então uma unidade medíocre e em poucos meses tornou-a a mais temida e bem sucedida esqudrilha de caça de toda a frente. Só em Abril de 1917 a Jasta 11 abateu 89 aviões inimigos. Richtofen abateu 21 deles. A 6 de Julho Richtofen foi atingido na cabeça de raspão por uma bala e ficou alguns meses em recuperação. No final de 1917 Richtofen tinha 63 vitórias e era de longe o maior ás de toda a guerra.

No verão de 1917 Richtofen reuniu sob o seu comando quatro esquadrilhas cujos aviões se distinguiam por serem pintados de cores garridas. O próprio avião de Richtofen rea completamente vermelho. Esta unidade, a Jagdgeshwader 1 (ou grupo de combate 1) ficou conhecida como o Circo Voador.

Em Março de 1918 teve início a grande ofensiva final alemã conta os aliados. Foi aí que o circo voador liderado pelo Fokker Triplano vermelho de Richtofen teve os seus combates mais duros. Richtofen abateu mais 20 adversários em menos de 2 meses atingindo 80 vitórias a 20 de Abril de 1918.

No dia 21 de Abril liderando mais uma patrulha Richtofen atacou um grupo de caças britanicos liderados pelo Capitão Arthur Brown, um canadiano com 9 vitórias.
Richtofen persegiu um dos ingleses mas Brown foi atrás dele e disparou. Ao mesmo tempo alguns soldados aliados dispararam contra o Fokker que momentos depois se despenhou na linhas aliadas com o corpo de Richtofen já sem vida.

A morte de Richtofen foi muito sentida pelos seus pilotos e por toda a Alemanha. A guerra durou mais 6 meses mas nenhum outro piloto conseguiu ultrapassar o numero de vitórias de Richtofen.
Ernst Udet, um dos pilotos de Richtofen escreveu:

"
(Richtofen) serve a Pátria com todas as fibras so seu corpo e não espera menos de todos os seus pilotos. Ele julga alguém por aquilo que realiza com essa finalidade, e também, talvez pelas suas qualidades como camarada. Aquele que passa o seu julgamento, ele apoia até ao fim. Quem quer que falhe é rejeitado sem a menor hesitação. Quem demonstre cobradia numa missão é expulso da unidade no mesmo dia. Richtofen certamente come, bebe e dorme como toda a gente, mas fá-lo apenas para lutar. Quando as provisões escasseiam ele manda o seu ajudante á rectaguarda munido de fotos suas autografadas PARA O MEU ESTIMADO COMPANHEIRO DE LUTA Na rectaguarda estas fotos são muito valorizadas. E em casa, nas tavernas, elas conseguem reduzir toda uma mesa a um respeitoso silencio. Na esquadrilha, as provisões nunca faltam."


">


This page is powered by Blogger. Isn't yours?