<$BlogRSDUrl$>

Thursday, October 28, 2004

Thomas Falcon Hazell 

Tom Hazell nasceu a 7 de Agosto de 1892 em County Gallway na Irlanda.
Com o início da Guerra em Agosto de 1914, Hazell alistou-se num regimento de infantaria onde esteve até ao Verão de 1916, altura em que foi aceite no Royal Flying Corps.
Treinou-se como piloto em Kent na Inglaterra onde sofreu um grave acidente em Junho desse ano. No entanto recuperou e no início de 1917 foi colocado no Nº 1 Squadron, uma esquadrilha de caça.
Voando caças Nieuport, Hazell abateu o seu primeiro avião inimigo em Março, numa altura em que os Albatros alemães dominavam os céus. No entanto a sua esquadrilha foi relativemente bem sucedida nesse período, e Hazell conseguiu o seu segundo sucesso no mês seguinte.
Foi durante o verão que Hazell se tornou um verdadeiro ás abatendo 6 aviões alemães no mês de Junho antes de ir de licença por três semanas. Regressado em meados de Julho, Hazell continuou a aumentar o seu score juntamente com os seus companheiros de esquadrilha Phillip Fullard e William Campbell. A 16 de Agosto Hazell abateu a sua 20ª vitória sendo então eviado de volta a inglaterra para um período de repouso e para funções de instrutor no centro de treino de Upavon.

Hazell manteve-se nessas funções durante quase um ano até que em Julho de 1918 regressou á frente de combate como Capitão no Nº 24 Squadron desta vez pilotando caças SE5a. Aí revelou-se um piloto mortífero e audaz, empregando a sua experiência de combate e a velocidade do seu avião ao maximo. de 4 de Julho a 4 de Outubro de 1918 Hazel obteve 23 vitórias, sendo 10 delas Balões de observação inimigos, alvos estáticos mas bem defendidos por armas antiaéreas e esquadrilhas inimigas. Numerosas vezes Hazell voltava á base com o seu avião completamente crivado de balas e estilhaços, como revela a citação da sua Distingushed Flying Cross:

"This officer has accounted for twenty seven enemy machines and four kite balloons. On the 8th August he shot down two machines out of control, and destroyed a third in the air. In these combats he was so heavily engaged that all his instruments were wrecked, and only one strand of his elevator control cable was intact. Relentless in attack, Capt. Hazell displays disregard of personal danger in a marked degree." DFC Bar citation, Supplement to the London Gazette, 2 November 1918 "

A 22 de Agosto, uma das suas incursões contra balões alemães foi interceptada pela esquadrilha 4 comandada pelo ás dos ases alemão Ernst Udet. Udet atacou o avião de Hazell que mesmo assim se atirou a uma balão e o destrui com Udet no seu encalço. Udet não desistiu e perseguiu Hazell durante 10 minutos a altitude zero sob um calor tórrido. Udet atingiu o SE5a sendo depois atacado pelos companheiros de Hazell. O piloto irlandês conseguiu levar o seu danificado avião de volta á base tendo ele próprio sido ligeira mente ferido, tendo obtido a sua 38ª vitória.
Hazell conseguiu um total de 43 vitórias, um dos mais altos de todos os ases, e em meados de Outubro recebeu o comando do Nº 203 Squadron que voava em caças Camel. No entanto Hazell não obteve mais nenhuma vitória pois a guerra acabou duas semanas depois.

Hazell permaneceu na RAF após o fim das hostilidades e morreu em 1946 na sua Irlanda natal.

http://www.firstworldwar.com/bio/graphics/hazell.jpg

This page is powered by Blogger. Isn't yours?