<$BlogRSDUrl$>

Thursday, February 24, 2005

Brasil - Bahia 

Aqui estou de volta.
Decerto que outros blogs falarão de uma viagem ao Brasil, e contarão relatos e impressões dessa viagem.
Pela minha parte apenas me apraz afirmar o prazer que foi viajar para tão longe com um grupo formidável, com o qual convivi mais de quatro anos quase diariamente e que me proporcionou excelentes momentos durante a viagem.
A viagem foi ao Brasil, mais precisamente ao estado da Bahia. Como disse no ultimo post antes de ter partido, o Brasil era-me desconhecido, á parte das novelas e do futebol. Não posso dizer que tenha ficado surpreendido com o que encontrei, mas fiquei certamente com uma nova dimensão do que é o Brasil.

De facto eu não visitei o Brasil, visitei sim a Bahia. Este estado tem sensívelmente o tamanho da França, e a sua capital, Salvador tem uma população de perto de 6 milhões, perto de metade da população de todo o Estado.
Fiquei tres dias nesta cidade. Os primeiros tres. Está longe de ser uma metróple cosmopolita, apesar do seu tamanho e de ser a terceira maior cidade do Brasil. Tem um centro histórico que lembra uma vila portuguesa do interior, e todo o resto se assemelha a uma favela do Rio de Janeiro, entrecortada por um edifício luxuoso da IURD, ou por um centro comercial, um outro templo, desta vez dedicado ao consumismo.

89% da população da Bahia e afro-descendente. A miséria e a desigualdade é muita, mas o espírito bahiano é caracetrístico. Muita calma e muito alto-astral. Tudo demora muito tempo na Bahia, e ninguém stressa(a não ser uns portugueses recém chegados, não habituados a tanta calma e deixa andar).
Ao contrário do que esperava, não fui confrontado com violência, nem delinquentes nem insegurança. É claro que tomava as minhas precauções mas nunca me senti em perigo. Toda a estadia foi uma constante descontracção, entrecortada com noites agitadas e dias de aventura.

Neste momento estou feliz de estar de volta ao meu país. O que estas viagens têm de bom é algo que eu já tinha ouvido falar mas ainda não toinha experimentado. É o chamado "carregar de baterias". Sinto que, depois de experienciar esta viagem, estou pronto para continuar o meu percurso aqui com mais energia e motivação.

É tudo por agora sobre o Brasil...


This page is powered by Blogger. Isn't yours?