<$BlogRSDUrl$>

Tuesday, March 15, 2005

Adolf von Tutschek (1891-1918) 

Nascido a 16 de Maio de 1891 na localidade de Inglostadt, na Baviera, Adolf pertencia a uma das famílias da nobreza Bávara e, logo em 1910, com 19 anos ingressou no exército, prosseguindo uma carreira militar.

Com o início da Grande Guerra em 1914, von Tutschek distinguiu-se na infantaria tanto em França como na Rússia. Em 1916, na famosa e sanguerenta batalha de Verdun, Adolf foi vítima de um ataque com gás e ficou internado em hospitais durante meses.

Tendo por fim recuperado, Adolf decidiu ingressar na Força Aérea para escapar á vida das trincheiras. Tendo demonstrado ser um piloto excelente, e vindo das melhores famílias, Adolf foi colocado, no início de 1917 na unidade de elite de caça alemã, a Jagdstaffel 2(Boelcke), nessa altura comandada pelo Hauptmann Walz. Um dos seus companheiros era o jovem ás alemão Werner Voss.

Dwfrontando o Royal Flying Corps Britânico, von Tutschek obteve a sua primeira vitória aérea a 6 de Março de 1917. Pilotando um caça Albatros, Tutschek derrubou um caça inglês De Havilland 2 do 32 Squadron, conseguindo capturar o seu piloto, o ás inglês Maximilian Mare-Montembault que contava com 6 vitórias.

A sua segunda vitória teve lugar no dia 31 de Março quando derrubou um caça Nieupot sobre a vila francesa de Lens.

Como piloto da Jasta 2 nesta altura, Tutschek convivia com os maiores ases da altura como Voss, Bernert, Bohme, von Richtofen, Wolff, Schaeffer, Nathanael, que ou eram membros da sua esquadrilha ou pertenciam a esquadrilhas vizinhas. Muitas vezes nos combates voavam juntos e actuavam conjuntamente. Esta proximidade deu a Tutschek valiosas lições que o fariam tornar-se num grande ás ele próprio.

A sua terceira vitória teve lugar a 6 de Abril de 1917. Num dia de intensos combates, Tutschek e os seus companheiros atacaram uma das muitas formações de bombardeiros britanicos que sobrevoavam a frente de combate. Estes, do 57 Squadron, defenderam-se o melhor que puderam dos mortíferos Albatros alemães mas pelo menos três deles foram abatidos e um deles foi creditado a von Tutschek.

Alguns dias mais tarde soube-se da morte do comandante da Jasta 12, o Hauptmann von Osterroht em combate. Para o substiuir o Alto Comando decidiu escolher von Tutschek. O piloto bávaro embora não fosse ainda um ás demonstrava já capacidades de liderança e qualidades inegáveis de piloto. Foi assim que a 28 de Abril assumuiu o comando da Jasta 12.

Nesse período esta unidade estava envolvida em violentos combates tendo conseguido numerosas vitórias, tendo no entanto perdido alguns dos seus pilotos mais valorosos, o ultimo deles o seu comandante.

Tutschek conseguiu a sua quarta vitória apenas 2 dias depois de ter tomado o comando. Coincidentemente foi de novo um formação do 57 Sqdn que ele e os seus homens atacaram. Os britânicos repeliram um dos caças alemães, mas em breve eram atacados pelas Jastas 12, 11 e 33. cada uma delas reclamando ter abatido um aparelho ingles. O avião derrubado por von Tutschek caiu em territorio alem~ºao tendo sido capturados os seus tripulantes, os tenentes Jennings e Lingard.

O mês de Maio trouxe novos combates encarniçados a Tutschek e os seus homens. Nesse mês derrubou 6 aviões inimigos, todos eles caças, tendo sido no entanto abatido duas vezes, sem consequencias graves.

Depois de um mês de licença para descanso, Tutschek voltou ao combate e no mês de Julho conseguiu um total de 11 vitórias, sendo um dos melhores pilotos de caça desse mês e aumentando o seu numero de vitórias para 21 o que o fazia merecer a Orden pour le Merite, o mais alto galardão alemão, que receberia algumas semanas depois. O seu Albatros negro era bem conhecido dos seus adversários que o respeitavam e temiam.

No dia 11 de Agosto de 1917 Tutschek liderava uma patrulha da Jasta 12 e derrubou um avião de reconhecimento inglês. Era a sua 23ª vitória e a sua segunda nesse dia. No entanto, foram de imediato atacados por uma esquadrilha de caça inglesa de Camels. Um furioso combate começou em que o líder dos ingleses, o Flight Commander Charles Booker conseguiu ficar na traseira do Albatros de Tutschek. Os disparos de Booker atingiram o ás alemão que ficou ferido. Titschek teria mesmo sido morot se um dos seus pilotos, o tenente Viktor Schobinger não acorresse em seu socorro, atingindo o Camel de Booker, que foi forçado a abandonar o combate.

Tutchek conseguiu aterrar mas estava gravemente ferido num ombro. Mais tarde, no hospital, Ttuschek atribuiu o comando temporário da Jasta 12 a Schobinger por este lhe ter salvo a vida.

Tutschek ficou no hospital até ao final do ano. Regressando aos voos em 1918, Ttuschek foi designado como comandante do Segundo Grupo de Caça (sendo que o Primeiro era liderado por von Richtofen), composto pelas Jastas 12, 13, 15 e 19.

Como Comandante desta unidade de elite, Ttuschek recebeu o novo caça Fokker Triplano. A partir de Fevereiro de 1918 a actividade aérea começou a crescer após ter diminuído com o inverno. O primeiro grande confronto teve lugar a 26 de Fevereiro quando caças SE5a do 24 Squadron defrontaram caças do Segundo Grupo. Ttuschek abateu um caça Spad e um dos seus pilotos o Tenente Becker, derrubou um SE5a do 24 Squadron. O singleses afrimaram ter abatido quartro caças alemães mas estes só perderam um piloto, o Unteroffizer Haegler que foi capturado.

Doisdias depois em pleno combate com caças ingleses, Tutschek e um dos seus sub-comandantes, o Oberleutnat Blumenbach colidiram no ar, mas conseguiram aterrar de emergência sem consequencias mais graves. Nesse combate o Segundo Grupo obteve tres vitórias. para os tenetes Becker, Neckel e Koch.

No dia seguinte Ttuschek obteve a sua 25ª vitória, destruíndo um balão de observação aliado ás 8 e 45 da manhã. No dia 6 de Março mais um violento combate com caças ingleses,em que Ttuschek abateu e capturou o tenente Wigan do 24 Squadron e o segundo grupo derrubou mais 3.

No dia 10 de Março de 1918 von Tutschek derrubou um caça Spad françês, matando o seu piloto o Adjudant Vaillard da Escadrille de Chasse 86. Essa seria a ultima vitória do ás alemão. No dia 15 de Março, o Segundo Grupo mais uma vez enfrentou os caças ingleses do 24 Squadron. O piloto Sul-Africano Herbert Redler, um ás com 7 vitórias conseguiu atingir o Fokker de von Tutschek que se despenhou perto da vila de Brancourt. Assim morreu em combate um dos mais valorosos ases e comandantes alemães da força aérea.


Hauptmann Adolf von Tutschek usando a sua Pour le Merite


A morte de von Tutschek - 15 de Março de 1918

This page is powered by Blogger. Isn't yours?