<$BlogRSDUrl$>

Tuesday, March 01, 2005

Franz Buchner (1898-1920) 

Nascido em Leipzig em 1898, Buchner alistou-se na infantaria alemã em 1914 com apenas 16 anos. Em 1916 foi ferido nas trincheiras em França. Após recuperar ingressou na força aérea onde se tornou piloto e serviu numa unidade de reconhecimento até ao início de 1917 quando conseguiu a transferencia para uma esquadrilha de caça, a Jasta 9.

Operando contra as esquadrilhas francesas no Marne que davam menos luta que as britanicas na Flandres, o jovem piloto apenas conseguiu duas vitorias em 1917,uma em Agosto e outra em Outubro, esta ultima quando ja se encontrava na Jasta 13.
Em Fevereiro de 1918 a Jasta 13 foi incorporada num agrupamento de elite, a Jagdgeshwader(JG)2 e foi transferida para a flandres.

No entanto foi apenas no Verão de 1918 que Buchner floresceu como piloto de caça. Em Junho obteve mais 3 vitorias sobre caças inimigos e começou a criar tácticas eficazes para derrubar o inimigo. Em Julho foi-lhe dado o comando da Jasta 13 e o novo Fokker DVII considerado o melhor caça da Guerra.

Á frente da sua esquadrilha, o jovem piloto começou a derrubar adversarios regularmente. A sua 7ªa vitória a 2 de Julho foi sobre o ás Irlandes Josef Callaghan que atacou sozinho a esquadrilha de Buchner. Cinco dias depois a Jasta 13 defrontou os Camels do 209 Sqdn da RAF e Buchner derrubou o ás ingles Merril Taylor, que participara no combate onde o Barão Vermelho tinha perdido a vida.

A 8 de Agosto os aliados iniciaram a sua ofensiva final para derrotar a Alemanha, com o apoio dos americanos. A JG2 foi enviada para o sector ameaçado e Buchner derrubou em Agosto mais 8 avioes inimigos atingindo um total de 20 vitorias.

Em Setembro a JG2 foi colocada no sector onde os americanos atacavam em força. Foi contra estes que Buchner teve o seu melhor desempenho derrubando 16 avioes americanos em 14 dias, 11 deles eram caças.

Em Outubro derrubou mais 3 avioes inimigos atingindo as 40 vitorias, uma marca que apenas ele e mais 11 aviadores alemães atingiram. Desses 11 apenas 6 estavam vivos no fim da guerra.

Com apenas 20 anos Buchner era o 6º melhor ás alemão, tendo recebido a Orden Pour le Merite, o mais alto galardão alemão. Retornando á sua cidade natal, Buchner envolveu-se nos tumultos revolucionarios do pós-guerra e num combate de rua, perdeu a vida em 1920.


Leutnant Franz Buchner


Fokker DVII de Buchner. A cor verde e azul indicava pertencer á Jasta 13.
O desenho da cara do lobisomem "Werwolf" era a insignia pessoal de Buchner.

This page is powered by Blogger. Isn't yours?