<$BlogRSDUrl$>

Monday, March 21, 2005

Georg von Hantelmann (1898-1925) 

Hantelmann nasceu a 9 de Outubro de 1898 em Rokietnice na actual Polónia (antiga Prússia Oriental).
Georg era o filho mais velho de uma família de proprietários rurais prussianos.
Com apenas 18 anos alistou-se na cavalaria dos hussardos onde combateu na Grande Guerra até 1917, altura em que se transferiu para a Força Aérea.
Tornou-se piloto de caça sendo colocado na Jasta 18, no final desse ano sob o comando do grande ás Rudolf Berthold.

Com Berthold, o jovem Georg certamente aprendeu valiosas lições de combate aéreo. A esquadrilha Berthold integrava outros veteranos como
Josef Veltjens Johannes Klein, Hugo Schafer e Arthur Rahn.

Em Março de 1918, na véspera da grande ofensiva alemã da primavera, Berthold foi colocado no comando do Segundo Grupo de Caça, substituíndo o falecido von Tutschek. Berthold fez questão de levar os seus pilotos consigo, e assim von Hantelmann passou a fazer parte do Segundo Grupo de Caça.

Nessa altura Georg começou a decorar o seu caça Albatros com a insignia do seu antigo regimento de cavalaria, uma caveira e ossos. Durante a primavera o segundo grupo defrontou a força aérea francesa e não obteve muitas vitórias. No entanto, no final de Maio, os alemães lançaram uma ofensiva nesse sector e o Segundo Grupo entrou em acção mais vezes. Voando em grandes formações, sob o comando de Berthold, os pilotos participavam em grandes combates aéreas com dezenas de aviões.

Foi num desses combates que Hantelmann obteve a sua 1ª vitória. A 6 de Junho os Fokkers da Jasta 15 atacaram uma formação de bombardeiros ingleses, escoltados por caças. No combate que se seguiu os alemães derrubaram 3 bombardeiros e tres caças. Georg abateu um dos bombardeiros.

Os combates prosseguiram diariamente e logo no dia 10 de Junho Georg abateu um caça françês Spad. No resto do mês de Junho abateu mais cinco aviões inimigos,
tornando-se um ás.

Em Julho Georg esteve de licença, mas voltou em Agosto, numa altura em que os Aliados contra-atacavam. A 16 de Agosto Georg abateu um Spad e no dia seguinte abateu outro. Desta vez eram aviões americanos, acabados de chegar á frente de combate, frescos e aguerridos.

No dia 12 de Setembro, os Americanos iniciaram a sua prórpia ofensiva no sector de St. Mihiel, onde o Segundo Grupo operava, agora sob o comando de Oskar von Boenigk.
Nesse dia o Segundo Grupo obteve 9 vitórias, duas delas creditadas a von Hantelmann, que abateu um bombardeiro americano de manhã e ao fim da tarde abateu um Spad americano.O piloto desse Spad era nada mais nada menos que o melhor ás americano nessa altura, o tenente
David Putnam, de 13 vitórias, que morreu nesse combate. Foi a 10ª vitória de Georg.

A ofensiva continuava e no dia seguinte o segundo grupo de novo deforntava a avalanche aérea americana obtendo 15 vitórias. Mais uma vez von Hantelmann abatia dois caças americanos.
Nesse dia, depois de um voo, Hantelmann dirigia-se á messe de carro com mais três companheiros quando um Spad americano sobrevoo a base e atacou o carro. Desesperadamente tentaram despistar o caça americano mas algumas balas atingiram o carro ferindo gravemente um dos pilotos alemães, o tenente Kurt Hetze da Jasta 13.

No dia seguinte, 14 de Setembro, a luta desesperada continuou. 19 aviões inimigos caíram sob as armas do Segundo Grupo, e desta vez Hantelmann abateu três no mesmo dia aumentando o seu score para 15.

No dia seguinte Hantelmann abateu dois bombardeiros ingleses mas foi abatido, ficando ligeiramente ferido. No entanto continuou a voar e logo no dia seguinte liderou um grupo da Jasta 15 a interceptar caças franceses que atacavam balões alemães. Três caças franceses foram abatidos, tendo Hantelmann abatido o seu líder, o ás francês
Maurice Boyau
um ás de 35 vitórias, que não resistiu aos ferimentos. Era o segundo ás inimigo na conta de Hantelmann.

17 de Setembro. A jasta 15 intercepta dois Spads americanos.Um deles consegue escapar mas o outro e apanhado num fogo cruzado e finalmente derrubado por Hantelmann. O piloto é capturado.

18 de Setembro. Dois Spads americanos atacaram balões alemães e destruíram dois deles. Hantelmann parte com mais cinco pilotos para os interceptar. Um dos americanos ataca os alemães enquanto o outro destroi mais um balão. Os seis alemães combatem com o americano até que Hantelmann o consegue atingir. Era o ás
Josef Wehner
(5 vitórias) que morreu nesse combate. O outro americano o Tenente Frank Luke escapou, tendo destruído 3 Balões e dois caças alemães que o tinham atacado.

A 23 de Setembro Hantelmann celebra a sua 20ª vitória, apesar de a ofensiva americana forçar os alemães a recuar. Durante Outubro os combates contra os americanos e franceses continuam, e Georg abate mais 5 aviões inimigos, o ultimo deles a 4 de Novembro de 1918. 6 dias depois a guerra termina.

Recomendado para a Pour le Mérite, Hantelmann não receberá pois o Kaiser abdicou, impossibilitando a sua atribuição.

Hantelmann morreu em 1925 quando foi morto por caçadores polacos que ele surpreendeu invadindo a sua propriedade em Charcice, na Prússia.


Leutnant Georg von Hantelmann


Fokker DVII de Georg von Hantelmann em 1918

This page is powered by Blogger. Isn't yours?