<$BlogRSDUrl$>

Wednesday, May 11, 2005

Kingdom of Heaven - A queda de Jerusalem 





Fui ver o ultimo de Ridley Scott. Uma boa combinação de tema e realizador.
Mais do que o filme, gostava de falar dos acontecimentos e personagens que retrata.

Ano de 1187.
O sultão Sallaheddin unificara os reinos muçulmanos da palestina sob o seu domínio e iniciara uma Jihad contra os reinos cristãos da Terra Santa, principalmente o reino de Jerusalem.

O rei de Jerusalem, Balduino, sofria de lepra e mantém uma trégua frágil com os arábes. No entanto está rodeado de barões recém-chegados da Europa que querem a todo o custo retomar as hostilidades. Balduíno e os seus serivdores mais antigos temem esta atitude fundamentalista que poderá significar a perda de Jerusalem, pois o poderio de Sallaheddin é muito grande.

De entre os mais acesos defensores da guerra estão o barão Guy de Lusignan, e o cavaleiro Templário Reynald de Chatillon, já muito conhecido dos muçulmanos e arqui inimigo de Sallaheddin.

Tudo se precipita com a morte de Balduíno, que finalmente cede á lepra com apenas 24 anos de idade. A irmã de Balduíno é a sua sucessora, e , tendo-se apaixonado por Guy de Lusignan, faz dele o novo rei de Jerusalem. O partido da guerra ganha assim força, para desespero dos mais sensatos, entre eles, o rei de Antioquia, Raymond.

Guy de Lusignan é no entanto apenas um jogete nas mãos do verdadeiro líder dos cristãos, Reynald de Chatillon. Violento e temerário, Reynald quer marchar ao encontro do exército de Sallaheddin. Raymond de Antioquia e os seus apoiantes tentam advertir da loucura desta empresa. Os muçulmanos esperam-os no deserto e controlam todas as reservas de água. No entanto o fervor religioso e a belicosidade dos Templários vencem a discussão. "Deus o quer" dizem.

Um exército de 12 mil homens parte de Jerusalem, encabeçado por Reynald e Guy de Lusignan. Raymond de Antioquia segue-os a contragosto. Este exército representa toda a força de que os cristãos dispõem para defender as suas possessões na Terra Santa contra a Jihad de Sallaheddin.

A travessia do deserto esgota e enfraquece os cristãos, que vêm a fonte de água mais próxima ocupada pelo inimigo perto de Tiberíade. Sob um sol abrasador o exército de Jerusalem é atacado pelos muçulmanos, que disparam nuvens de flechas na sua direcção e ateiam um incêndio na erva seca do deserto.

Sob o calor, o fumo e as flechas, os cristãos lutam deseperadamente. Os Templários fazem cargas suicidas para quebrar o cerco mas são dizimados.

Ao fim de algumas horas de combate apenas o pavilhão de Reynald e Guy se mantém em pé. Raymond de Antioquia consegue quebrar o cerco e Sallaheddin deixa-o fugir...quem ele quer é Reynald de Chatillon.

Reynald e os poucos sobreviventes que lhe restam são por fim capturados. Na sua tenda, Sallaheddin corta a cabeça ao seu inimigo Reynald mas poupa o aterrorizado Guy de Lusignan. Era o fim do exército cristão da Terra Santa. Ficará para a História como a Batalha de Hattin.


Em Jerusalem um cavaleiro recém chegado da Europa organiza a defesa. Balian dIbelin tem a seu serviço apenas camponeses e algumas centenas de soldados. O exército de Sallaheddin cerca a cidade logo começa o cerco.

Balian oferece uma resistência tenaz mas sem esperança. Ao fim de alguns dias, Balian aproveita-se da boa natureza do Sultão e oferece-se para negociar. Diz-lhe que, se os muçulmanos insistirem em atacar a cidade e matar os habitantes ele dará a ordem para arrasar por completo a cidade, ficando o sultão apenas com um monte de escombros.Se por outro lado, o sultão lhes poupar as vidas e os deixar partir eles rendem-se e entregam a cidade intacta.

Sallaheddin pesa a proposta. Farto de combates e morte, aceita o pedido de Balian, concedendo mesmo alguns presentes a alguns dos que partem para desespero dos tesoureiros do seu exército.

Assim caíu Jerusalem em poder dos muçulmanos após 100 anos de dominio cristão. Na Europa apela-se a nova cruzada para reconquistar a cidade. O rei Filipe Augusto de França, o Rei Ricardo I de Inglaterra e o Rei Frederico da Alemanha respondem ao apelo e iniciam a Terceira Cruzada...

Esta é a História...Vejam o filme e as diferenças e/ou semelhanças.

This page is powered by Blogger. Isn't yours?