<$BlogRSDUrl$>

Wednesday, September 21, 2005

Major Keith Caldwell (1895-1980) 

Keith Logan Caldwell nasceu em 1895 na cidade de Wellington, na Nova Zelandia.

No início da primeira Guerra Mundial, Caldwell foi incorporado no infantaria do seu país, mas tendo aprendido a pilotar aviões viajou até á Inglaterra, alistando-se no Royal Flying Corps em Abril de 1916.

Depois de completar o seu treino foi colocado no Nº 8 Squadron onde pilotava aviõwes de dois lugares BE2. Nestes primitivos aparelhos, Caldwell abateu o seu primeiro avião inimigo, um Roland alemão de dois lugares em Setembro de 1916.

Foi depois colocado numa esquadrilha de caça em Dezembro de 1916, o Nº 60 Sqduadron, onde voava os monolugares Nieuport. Nesta unidade Caldwell permaneceu até Setembro de 1917 onde obteve mais oito vitórias e foi promovido a Capitão, voando com ases britanicos como Eustace Grenfell, Henry Meintjes, William Fry e o ás dos ases do RFC William Bishop.

Depois de mais de um ano na frente de combate Caldwell foi enviado para Inglaterra para servir como instrutor de novos pilotos e para descansar em Outubro de 1917.

Só em Abril de 1918 é que Caldwell voltou a França como Capitão no recém formado Nº 74 Squadron, uma esquadrilha de caça que estava equipada com o potente SE5a. Na mesma esqudrilha estava o famoso ás inglês Edward Mannock, e ambos formavam a espinha dorsal da sua esquadrilha que rapidamente se tornou numa das mais bem sucedidas da Frente.

Caldwell era um excelente piloto mas era conhecido por não ter uma boa pontaria, e era muito devido a isso que o seu score de vitórias não aumentou tanto como o de alguns dos seus companheiros. Mannock morreu em combate no dia 26 de Julho de 1918 com 61 vitórias, e Caldwell nessa altura tinha "apenas" registado 15.

No entanto Caldwell era um bom líder e foi mesmo nomeado comandante do Nº 74 Squadron. Continuou a voar em combate até ao final da Guerra em Novembro de 1918. A sua 25ª e ultima vitória foi sobre um caça alemão Fokker DVII a 30 de Outubro de 1918 sobre a vila de Quaremont em França.

Depois da guerra Caldwell regressou à Nova Zelandia e tornou-se um agricultor, casando com a irmã de Frederick Gordon, um dos seus pilotos que também era Neozelandês.

Caldwell serviu também como Comodoro da Força Aérea NeoZelandesa durante a Segunda Guerra Mundial.

Keith Caldwell morreu no seu país em 1980, com 85 anos de idade.



Major Keith Caldwell

This page is powered by Blogger. Isn't yours?