<$BlogRSDUrl$>

Sunday, June 25, 2006

Ernst Udet - a vida de um aviador (1896 - 1941) 

Primeira parte

O alemão Ernst Udet foi um dos pioneiros da aviação e um dos aviadores com uma carreira mais espectacular e interessante da História da Aviação.

Udet nasceu num Domingo, 26 de Abril de 1896 na cidade de Munique, na Baviera, e desde criança teve fascínio por máquinas voadoras chegando a criar com os sues amigos um clube juvenil de construção de modelos à escala, e mesmo de construção das suas próprias máquinas voadoras, uma das quais Udet chegou a testar, atirando-se de um telhado, dando origem ao seu primeiro acidente aéreo, com apenas 10 anos de idade.

Na adolescencia, Udet trabalhou na empresa do pai, que fabricava equipamentos para casas de banho, mas nas horas livres deslocava-se á fábrica de aviões Otto Works, e conseguiu convencer o seu pai a pagar-lhe lições de voo, por contrapartida à venda de uma casa de banho ao senhor Otto.

Com 17 anos, o jovem Udet era bem parecido mas um pouco baixo (pouco mais de 1,50 de altura) o que lhe valeu a alcunha "Knaegges". Namorava com a jovem Eleonore Zink e tinha uma mota. Nesse ano, em 1914, rebentou a guerra. Como todos os jovem na altura, Udet estava excitado com a ideia de se alistar e de pronto ofereceu-se para a embrionária Força Aérea. No entanto o facto de apenas ter 17 anos e parecer ainda mais jovem fez com que fosse rejeitado.

Udet não se resignou e decidiu alistar-se no corpo de estafetas motorizados, fornecendo para isso a sua própria mota. A sua missão seria transportar mensagens entre a rectaguarda e a frente. Foi isso que fez entre Agosto e Dezembro de 1914, altura em que o corpo foi desmembrado e Udet mandado para casa.

Udet decidiu então tirar o brevet de piloto, pagando 2000 marcos para tal. Conseguiu-o em Abril de 1915, após o que de novo se candidatou à Força Aérea. Dessa vez aceitaram-o com o posto de Unteroffizer. Foi colocado na Flieger Abteilung(Secção Aérea)68, uma unidade de observação aérea que voava primitivos aviões Aviatik.

Nessa altura a aviação não era vista como força de combate, mas apenas de apoio. Os aviões não levavam armas, nem combatiam uns com os outros. Udet muitas vezes cruzava-se com aviões franceses, sem que nenhum confronto se registasse.

No entanto isso seria breve. Com o passar dos meses, derrubar aviões inimigos passava a ser parte do trabalho aéreo, tal como lançar bombas sobre alvos inimigos. Mas Udet nunca teve de combater aviões inimigos enquanto esteve nos aviões de observação. Em finais de Novembro foi transferido para a aviação de caça no Comando de Caças de Habsheim, segundo os seus superiores, por ser demasiado audaz para a observação.

Aqui Udet seria não um "motorista" para os observadores, ele voaria sozinho e iria combater directamente com o inimigo. No entanto Udet não tinha espírito bélico, era apenas um jovem de 18 anos que adorava voar.

Mas em breve foi posto à prova. Uma dia de Dezembro, voando sozinho, encontrou um avião inimigo. Era a primeira vez que avistava um avião inimigo que era suposto abater. Sem qualquer explicação Udet entrou em pânico. A ideia de disparar sobre o inimigo aterrorizava-o. Só acordou do seu transe quando uma chuva de balas acertou no seu avião e o feriu na face. Udet fugiu e aterrou em segurança, questionando se teria futuro nos aviões de caça.

Decidiu treinar e procurar o mais depressa possível outra oportunidade para provar a si mesmo que era capaz de combater. Essa oportunidade surgiu no dia 18 de Março de 1916. Udet estava sozinho na base, e um alarme soou. Partiu sozinho no seu Fokker em busca do inimigo. Algum tempo depois encontrou nada menos do que 23 aviões inimigos, que se preparavam para bombardear um alvo alemão. Era agora ou nunca e Udet decidiu escolher um alvo e atacar.

Minutos depois estava feito...um Farman francês incendiava-se e caía sob as balas de Udet, dois homens lançaram-se do avião em chamas para a morte, sem pará-quedas. Udet atacou depois um Caudron mas a sua arma encravou, e o avião inimigo escapou-se Decidiu regressar á base quando outros aviões alemães atacavam por sua vez a formação inimiga. Nessa noite Udet e os companheiros celebraram.


O Comando de Caça Habsheim consistia em quatro pilotos. Udet é o terceiro a contar da esquerda.

This page is powered by Blogger. Isn't yours?